domingo, 30 de novembro de 2008

Moção de Apoio à Ocupação da Unisantos

O Grupo Além do Mito, que constrói o movimento estudantil combativo da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), vem manifestar total apoio à ocupação da Universidade Católica de Santos (Unisantos) protagonizada pelo movimento estudantil.

Entendemos que a luta dos estudantes contra o aumento arbitrário das mensalidades é justa e legítima. Sempre defendemos a bandeira de que a educação deve ser tratada como direito, não como mercadoria, portanto nos solidarizamos de maneira incondicional aos estudantes que se colocam em luta contra tal reajuste.

Grupo Além do Mito...
"Estudar para lutar, lutar para estudar!"

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Quem está na luta agora está no DCE!


Após 14 meses sendo dirigido por uma Comissão Gestora o DCE-Ufal volta a ter uma gestão eleita pelos estudantes: “Amanhã vai ser outro dia”! [clique na imagem ao lado para conferir o resultado detalhado]

A chapa vencedora, composta por militantes do PSTU, estudantes independentes e nós, do grupo Além do Mito, venceu o pleito sem maiores dificuldades: dos 4817 votos, a chapa 1 (Amanhã vai ser outro dia) obteve 2952 votos, a chapa 2 (Pra balançar o chão da praça) 80 votos, e a chapa 3 (Correnteza) 1646 votos. Brancos e nulos totalizaram 35 e 104 votos, respectivamente.

Uma vitória nesses moldes, uma verdadeira “lavada”, um reconhecimento da representatividade que temos por parte dos estudantes, com 61,28% dos votos, nos dá ainda mais disposição para lutar em defesa da universidade pública, contra as reformas neoliberais do governo Lula e contra a repressão que o movimento estudantil vem sofrendo desde a aprovação do Reuni, em dezembro do ano passado.

Mas a facilidade no resultado numérico divulgado pós-apuração não se refletiu durante a realização da eleição. O processo foi longo e conturbado, iniciado após o fim da aprovação do Regimento Eleitoral, em maio. A eleição estava inicialmente marcada para 10 e 11 de setembro, mas devido aos problemas provocados pela chapa “Correnteza”, que não se inscreveu no período regimental e procurou conturbar o processo, a mesma foi suspensa até que o Conselho de Entidades de Base (CEB) se reunisse para resolver o impasse.

Somente na segunda convocação do Conselho, em 2 de outubro, o CEB foi conseguir se reunir com quorum mínimo de entidades de base presentes, deliberando novas datas para a eleição: 4 e 5 de novembro.

Pouco tempo antes da eleição, sem ter afixado nenhum cartaz ou distribuído panfletos, a chapa “Pra balançar o chão da praça” acabou se retirando e o atingimento do quorum, que cresceu com o novo campus da Ufal no interior, acabou se tornando um problema, visto que só haveria duas chapas para arcar com toda a logística da eleição.

Entretanto, após muito esforço das chapas 1 e 3 nos dois dias de eleição, o quorum acabou sendo atingido e depois de 14 meses o DCE-Ufal voltaria a ter uma gestão eleita pela sua base: restava apenas, após os dois dias de votação, a apuração e divulgação do resultado final.

Mesmo assim os problemas permaneceram presentes. Com uma derrota iminente, a chapa “Correnteza” tentou implodir a contabilização dos votos e ameaçou se retirar do processo, suspendendo por algumas horas a contagem. Sem argumentos para se manter contrária a apuração dos votos, voltaram atrás e após cerca de 22 horas do fechamento das urnas o resultado final foi divulgado.

A nossa vitória com a chapa “Amanhã vai ser outro dia” traz a expectativa de que o DCE-Ufal volte a ser uma entidade combativa e presente no dia a dia dos estudantes, coisa que não víamos há tempos, já que a última gestão da entidade foi praticamente nula. Numa conjuntura onde os estudantes vem sendo processados pela Polícia Federal e pela Ufal por lutarem contra o Reuni, essa vitória representa o renascimento dos enfretamentos entre capital e trabalho, tão presentes na conjuntura da sociedade e da própria universidade, e ao mesmo tempo velados por discursos conciliatórios.

É uma grande expectativa e faremos todo o possível para atendê-la!

A posse de nossa gestão será marcada em breve, após a divulgação oficial por parte da Comissão Eleitoral, num evento festivo ou mesmo em reunião do CEB a ser marcada pela Comissão Gestora. Todos são bem-vindos a juntarem-se a nós para compartilhar essa experiência!

Para ver a matéria da gazetaweb sobre as eleições, clique aqui.

Para ver a matéria da ascom da Ufal sobre as eleições, clique aqui.