segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Venha debater política conosco: conheça as atividades de outubro!

O grupo Além do Mito estará realizando duas importantes discussões no mês de outubro. No dia 10, estaremos debatendo conjuntura política nacional e internacional em nossa reunião, que excepcionalmente acontecerá na sexta-feira e não no sábado como de costume. No dia 17 realizaremos um grupo de discussão sobre a práxis militante do movimento estudantil. Participe!

Debate sobre Conjuntura Política
Discussão facilitada pelo estudante Eli Magalhães (direito)
Data: 10 de outubro (sexta-feira)
Horário: 17 horas
Local: ICHCA (antigo CHLA)

Espaço Além do Mito: A atuação do movimento estudantil na contemporaneidade: a crítica do praticismo revolucionário!
Discussão facilitada pela estudante Shuellen Peixoto (comunicação social)
Clique aqui para baixar o texto de apoio.
Data: 17 de outubro (sexta-feira)
Horário: 17 horas
Local: ICHCA

O que houve com as eleições do DCE-Ufal?

Após mais de um ano sem gestão o DCE-Ufal realizaria eleições para sua diretoria e os estudantes escolheriam qual grupo ficaria a frente da entidade no próximo ano. No dia 20 de maio o Regimento Eleitoral foi finalizado e aprovado. E de lá até o dia 3 de setembro quaisquer chapas poderiam inscrever-se no processo e disputar o pleito nos dias 10 e 11 de setembro. Mas o que houve para que as eleições não fossem realizadas?

O que aconteceu foi mais um problema gerado pelo grupo Correnteza, recorrendo às mesmas práticas de implosão do processo eleitoral que já usou nas três últimas eleições, em 2003, 2004 e 2006. Duas chapas se inscreveram no processo regularmente, respeitando o Regimento e a democracia interna do movimento estudantil. Nós, com a chapa Amanhã vai ser outro dia, fomos o primeiro grupo a inscrever-se no processo!

106 dias após o Regimento ser aprovado, a Correnteza não conseguiu cumprir os requisitos mínimos exigidos pelo Regimento e não participaria do processo: faltavam documentos com fotos de três estudantes. A Comissão Eleitoral ainda assim aceitou que a Correnteza trouxesse os documentos até o dia seguinte, como foi pedido pela chapa. Mas mesmo assim a Correnteza não cumpriu o acordo e, como havia sido registrado em ata, ficaria sem as inscrições dos estudantes que faltavam documentos e, consequentemente, sem cumprir os requisitos para se configurar enquanto chapa.

O curioso é que, depois de 106 dias, por não conseguir cumprir um Regimento que ela mesma ajudou a aprovar, a Correnteza passou a questioná-lo, dizer que o Regimento era contraditório com o Estatuto para justificar sua inscrição no processo a qualquer custo. A insistência da Correnteza em entrar no processo acabou inviabilizando o mesmo, que agora se encontra suspenso até que as entidades de base da Ufal (centros e diretórios acadêmicos) reúnam-se e deliberem por uma saída para este impasse.

A última reunião da Comissão Eleitoral não ocorreu justamente por “força” da Correnteza, que se valeu de gritos e acusações infundadas por parte de seus membros para implodi-la. Agora caberá ao movimento estudantil da Ufal dar uma resposta e solução a isso, para que o processo não caia no descrédito e o DCE-Ufal não fique mais tempo ainda sem gestão. O que está em jogo não é apenas o andamento das eleições, mas também o respeito a democracia interna do movimento estudantil, a viabilização da entidade máxima representativa do corpo discente da Ufal e das lutas que ela possui como demanda: os enfrentamentos contra o Reuni, a repressão e as reformas neoliberais.

No dia 2 de outubro o Conselho de Entidades de Base (CEB) se reunirá, às 14 horas, no auditório do Severinão. Nesta reunião não defenderemos casuísmos políticos e estaremos lutando para que o regimento seja respeitado e as eleições remarcadas para os dias 29 e 30 de outubro. A reunião é aberta e todo estudante presente tem direito a voz. Participe!

Chapa 1: Amanhã vai ser outro dia!

Nos últimos anos o Ensino Superior Público tem sido atacado de várias formas, a mais recente e arrebatadora foi o Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades, conhecido também como Reuni. Em linhas gerais o Reuni é um decreto do Governo Lula que aumenta o número de estudantes nas universidades, sem conceder um aumento proporcional de professores e infra-estrutura, comprometendo, assim, a qualidade do ensino.

O movimento estudantil não se calou diante deste ataque. Em todo o Brasil surgiram várias ocupações de reitoria e manifestações contra este decreto. Diante do grande ascenso das mobilizações estudantis e da necessidade de se aprovar o Reuni a todo custo nas Universidades, os reitores responderam às lutas dos estudantes com truculência.

Aqui na Ufal os estudantes foram agredidos no Conselho Universitário quando pediam a abertura da discussão sobre o decreto com toda a comunidade acadêmica. E, além disso, os estudantes que participaram das lutas contra o Reuni na Ufal estão sendo processados pela Policia Federal e pela Ufal, podendo ser presos ou até expulsos da universidade.

Diante da necessidade de lutar contra a repressão e o Reuni é que surge a chapa “Amanhã vai ser outro dia”. Entendemos que o DCE é um instrumento de luta, e que diante de todos estes ataques ele não pode ficar mais um ano imobilizado, como ocorreu durante a gestão “Coração de Estudante”, formada por estudantes ligados a UJS, os quais estão disputando novamente o DCE com a chapa “Pra balançar o chão da praça”.

Chamamos todos para engrossar as fileiras das lutas contra a repressão e o Reuni. Nossas reuniões acontecem todas as quintas-feiras, às 17 horas, no pátio do CSAU. Participe!

O Blog do Além do Mito está no ar!

O grupo Além do Mito se faz presente no movimento estudantil da Ufal desde o início de 2005. De lá pra cá, sempre pautando nossas intervenções políticas na defesa da educação pública e pela construção de uma sociedade justa, o Além do Mito tem protagonizado as principais lutas que se colocaram na pauta do movimento.

Estivemos presente na linha de frente de duas ocupações de reitoria, em 2005 e 2007; lutamos ao lado de docentes e técnicos contra o governo Lula na greve que paralisou a Ufal de setembro a dezembro de 2005; estivemos nas principais mobilizações nacionais da classe trabalhadora, como o Congresso Nacional dos Trabalhadores – Conat – em 2006, a Marcha a Brasília de 24 de outubro de 2007 e o 1º Congresso da Conlutas, em 2008; defendemos a reorganização do movimento estudantil pela base, tendo participado dos dois Encontros Nacional dos Estudantes – ENE – em 2006 e 2008; fomos a principal organização política presente no V Congresso do DCE-Ufal, o qual deliberou pela ruptura com a União Nacional dos Estudantes – UNE – e construção da Conlutas e da Conlute; enfrentamos a truculência de Ana Dayse e Lula na luta contra o Reuni no final de 2007; participamos dos dois últimos processos eleitorais para o DCE-Ufal, ambos realizados em 2006, e estamos concorrendo no atual dentro da chapa 1: "Amanhã vai ser outro dia"; etc.

Após intensos momentos de luta; depois de mobilizações que o movimento estudantil da Ufal jamais esquecerá, como a assembléia estudantil de 29 de maio de 2007, com 555 estudantes presentes; passados mais de três anos de enfrentamentos e amadurecimento político, o grupo Além do Mito lança este blog.

Pretendemos com este blog construir um canal mais dinâmico de comunicação com os estudantes da Ufal e até mesmo de outras universidades. Postaremos aqui, de maneira contínua, os materiais produzidos pelo Além do Mito e outras notícias relevantes ao entendimento do dia-a-dia do movimento estudantil.

Esperamos aumentar o alcance de nossos panfletos, jornais e comunicados em geral, levando aos mais diversos estudantes a mensagem de que a educação pública está sofrendo a maior dilapidação de sua história e só a luta pode barrar a avanço do neoliberalismo sobre o direito que tanto sofremos para conquistar: uma educação pública, gratuita e de qualidade.

Dialoguem conosco! Deixem comentários nas postagens do blog ou enviem e-mails para alemdomito.ufal@gmail.com. Críticas, sugestões, dúvidas e todo tipo de interlocução é bem vinda. As reuniões do Além do Mito são abertas e acontecem todos os sábados, a partir das 14 horas, no Centro do Encontro Universitário (praça sinimbu, nos fundos da residência universitária alagoana). Aos que quiserem participar, sintam-se a vontade!